PUBLI

Últimos posts

0 Comentários

Muitas pessoas acreditam que as cirurgias no nariz são apenas estéticas, o que é uma inverdade. Você já ouviu falar em septoplastia? Então, continue lendo o artigo.

A vaidade é algo muito presente na vida da maioria das mulheres, e com ela, nem os mínimos detalhes passam despercebidos aos olhos. Uma das queixas mais comuns entre as mulheres diz respeito ao nariz, por incrível que pareça, é difícil encontrar alguma mulher que goste integralmente dos seus atributos nasais.
Muito grande, largo, caído, pontudo, torto... ufa, os adjetivos utilizados são muitos. Mas, espera aí: o nariz torto pode ser sintoma de um outro problema, o desvio de septo nasal.
O septo é uma estrutura localizada bem no centro do nariz, responsável pela separação das duas fossas nasais. Ele é composto por uma porção cartilaginosa e outra porção óssea e, em condições normais, deve estar devidamente centralizado.
Existem diferentes graus de desvio do septo, que variam de acordo com o quanto ele está afastado do centro. Na maioria dos casos ele não apresenta nenhuma alteração física perceptível aos olhos, no entanto, em casos mais graves esse desvio pode sim transparecer no formato do nariz.
De todo modo, as alterações físicas não são a principal queixa de quem sofre com este problema. Um dos principais sintomas são a obstrução e a congestão nasal constantes. A dificuldade de respirar que já é presente no dia a dia se torna ainda pior durante a pratica de atividades físicas. E é claro que a dificuldade de respirar afeta também a qualidade do sono, provocando até mesmo o ronco e a apneia m alguns casos.
Quanto as causas, elas podem ocorrer tanto por algum trauma, quanto por formação natural, que vai evoluindo com o passar dos anos até chegar a sua forma final. De todo modo a melhor forma de saber se você tem este problema é consultando um médico otorrinolaringologista.
A única forma de tratamento definitivo do desvio de septo nasal é por meio da septoplastia. Muito além das finalidades estéticas, esta é uma opção indicada para quando a condição causa dificuldades e piora na qualidade de vida do paciente. É importante a investigação adequada de um médico, já que os principais sintomas podem ser facilmente confundidos com os de outras doenças, incorrendo em um tratamento inadequado.
Apesar disso, outras alternativas podem ser prescritas para aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente. São exemplos o uso de descongestionantes nasais, uso de corticoides e/ou anti-histamínicos. Mas, lembre-se de jamais de automedicar, já que um erro pode piorar ainda mais o quadro.
Trata-se de uma condição que atinge muitas pessoas, porém a maioria delas não possuem o diagnóstico correto e acabam cuidando de forma inadequada. Apesar de atingir igualmente homens e mulheres, são elas as que acabam se sentindo mais incomodadas com os fatores estéticos. Porém, quando se trata da sua saúde, lembre-se que ela deve ser a prioridade e sempre pesar mais na sua balança.
No entanto, se você tem ou conhece alguém que tenha estes sintomas, não hesite em consultar o otorrino. Diagnosticar e tratar a doença de forma adequada certamente irá te proporcionar muito mais saúde, qualidade de vida e, de quebra, aquele up na autoestima. Artigo produzido em parceria com o Hospital Otorrino Brasília: https://www.hospitalotorrinobrasilia.com.br/

Compartilhe

Comente pelo Facebook!

Comente pelo Blog!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *